Para que serve a Astrologia?

A partir do momento em que, frustrados pela mesquinhez das nossas conquistas egocêntricas, nos elevamos acima da poeira levantada pelas lutas separatistas que dominam grande parte do nosso percurso evolutivo, e observamos a imensidão da abóbada que se ergue acima das nossas cabeças, começamos a questionar a estreiteza da nossa visão, em comparação com o enigma que poderá ocultar-se na grandiosidade do espaço sideral.

A partir dessa primeira observação inspirada, paulatinamente surge um corpo de conhecimentos que fornecerá as bases para uma arte de auto-conhecimento que é a Astrologia.

Com efeito, a Astrologia na sua visão holística, ajuda:

(1) através da análise dos movimentos celestes, a um ajustamento consciente aos ciclos da natureza externa e interna;

(2) a ter uma visão mais distanciada e objectiva de nós próprios, porque os seus símbolos baseiam-se nos corpos celestes, com movimentos objectiva e perfeitamente mensuráveis;

(3) a uma integração consciente em qualquer época ou cultura, porque os seus símbolos - planetas, estrelas, constelações, etc. - têm uma validade universal e, até ao presente, a vitalidade revelada pelo sistema mostra as possibilidades criativas desta linguagem extraordinária.

Por tudo isto, o estudo aprofundado da Astrologia tem um efeito terapêutico importante, que resulta da adaptação consciente dos impulsos internos às complexidades da nossa vida na Terra. Já os antigos pressentiam esse efeito, cultuando em todas as civilizações os planetas, as estrelas, etc., como forma de integrar a experiência individual e colectiva.

José Luis Santos


Nenhum artigo, tabela ou texto pode ser reproduzido sem autorização expressa do(s) autor(es)

© Copyright 2011, Helena Avelar e Luís Ribeiro